[ATUALIZADO] Phill Tippett fala do futuro do stop-motion e sobre 'Jurassic World'

Conhecido por nós fãs de JP por ser o supervisor de dinossauros de Jurassic Park (1993) e Jurassic World (2015), o vencedor do Oscar Phil Tippett, é um dos que serão homenageados com o Winsor McCay Award em 1º de fevereiro, durante a cerimônia dos Annie Awards, organizada pela Sociedade Internacional de Cinema de Animação (ASIFA-Hollywood).

Tippett, 62 anos, começou sua carreira quando George Lucas recrutou-o como parte da equipe que criou o icônico jogo de xadrez stop-motion para Star Wars IV: Uma Nova Esperança, em 1977. Ele ganhou o Oscar de efeitos especiais por Star Wars VI: O Retorno de Jedi e por Jurassic Park. Agora, ele está voltando às suas raízes stop-motions com Mad God, um projeto financiado pelo Kickstarter, enquanto o seu estúdio está trabalhando em parceria com a ILM, para o lançamento de Jurassic World, em 2015.


Phil respondeu à algumas perguntas, feitas pela equipe do The Hollywood Reporter:


THR: Você está surpreso por poder voltar ao mundo do Jurassic Park depois de todos esses anos?

Phil: Eu estive fora dos negócios dos dinossauros por um tempo, mas a minha empresa fez uma parceria com uma empresa chamada Efexio, que ajuda os usuários a criar criaturas. Era uma oportunidade para que pudéssemos ser convidados a participar de Jurassic World. Meu estúdio e a ILM vão fazer parceria. O jeito que o John Knoll [diretor criativo da ILM] armou isso para mim foi para que, "fizéssemos isso juntos novamente."

THR: Será que você também estará trabalhando no novo filme de Star Wars?

Phil: Eu falei com a Kathleen Kennedy [a presidente da Lucasfilm] sobre isso, mas primeiro faremos Jurassic World, e só então vamos ver até onde vamos.

THR: Qual é o futuro para os filmes em stop-motion?

Phil: Nas minhas últimas produções [como Frankenweenie, de Tim Burton], eu não acho que fiz o que os estúdios esperavam. Por isso, é difícil saber se eles têm um "bom apetite" para esse tipo de coisa. Mas há uma enorme proliferação de curtas realmente interessantes em stop-motion.

THR: Você vê mudanças nos filmes de animação?

Phil: Falando em cinema, nada vai mudar [muito] até que a tecnologia mude de forma significativa - que é o que aconteceu com o som, a cor e CG".

Vale lembrar que, durante a produção de Jurassic Park, os efeitos em stop-motion (que inicialmente seriam utilizados no filme) foram substituídos pelos efeitos em CG feitos pela ILM, e assim, Phil permaneceu na produção do filme apenas como supervisor dos dinossauros.


Phil fazendo testes em Stop-Motion
para Jurassic Park, em 1993.

Além de Phil Tippett, o diretor Steven Spielberg também será homenageado na cerimônia dos Annie Awards, que acontecerá amanhã (1º de fevereiro) nos EUA.

[ATUALIZADO]

Como programado, Phil recebeu o Prêmio Winsor McCay na cerimônia dos Annie Awards. Veja o vídeo do breve discurso de Phil ao receber a homenagem:


Fiquem ligados no Mundo Jurássico BR para mais notícias sobre o mundo de Jurassic ParkAssinem o feed do blog e sigam as páginas no Google+ e no Twitter!

Post adaptado do The Hollywood Reporter
Compartilhar no Google Plus

Sobre os autores


Victor Nunes é o fundador da rede Mundo Jurássico BR. Com 18 anos de idade, reside em Guarulhos/SP, cursa Engenharia de Produção pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e é fã de Jurassic Park desde seus 8 anos, além de curtir outras produções de cinema e televisão da cultura pop. | Facebook | Twitter

Bruno Fernando é editor do Mundo Jurássico BR desde junho de 2015. Apaixonado pelo clássico de Spielberg desde criança, conheceu o romance original de Michael Crichton na adolescência e hoje, com 18 anos, se considera um fã de cultura pop e futuro jornalista.
    Comentários do Blogger
    Comentários do Facebook

0 comentários :

Postar um comentário