Roteirista de 'Jurassic Park', David Koepp conta os problemas que teve na adaptação do romance e o que achou de 'Jurassic World'!

A história de Michael Crichton não foi necessariamente usada em toda sua totalidade nos cinemas. Chamado para adaptar Jurassic Park, David Koepp alterou partes do enredo, mas ajudou na composição das cenas que trouxeram uma inovação cinematográfica em 1993. Na divulgação de seu mais novo trabalho como diretor, Mortdecai, Koepp comentou ao RadioTimes como foi trabalhar na adaptação e a complexidade do clássico que amamos.

Perguntado sobre a experiência de levar aos cinemas um romance de ciência-pesada, Koepp disse que teve uma ajuda muito talentosa. "Spielberg é um bom diretor! Mas foi um desafio - é um livro de 400 páginas e provavelmente 280 páginas com ciência. Levar isso a um filme é compreensível, mas também não é fácil."

"Eu acho que o que nos ajudou muito foi o fato das pessoas da história estarem em um parque temático", acrescentou. "Então eles teriam que explicar isso de uma forma que era entendido pela média de sete anos de idade. O Sr. DNA, que foi ideia de Steven para trazer essa coisa de animação ao filme, foi uma ótima ideia; nós nos divertimos muito. Você poderia, no set up de seu filme, parar, ir para a animação e dizer que isto é exatamente como ele funciona. Sem diálogos complicados ou personagens dizendo uns aos outros coisas que eles já sabiam. Foi realmente o cenário, o parque temático, que fez o trabalho.

Um outro problema na produção eram os dinossauros. Os anos 90 têm um grande arsenal de longas trash cujo visuais dos monstros são terríveis (vide Carnosaur, lançado no mesmo ano de Jurassic Park). Porém, com os animatrônicos, Steven Spielberg apresentou animais sólidos e reais. "Houve uma certa quantidade de medo", afirma o roteirista. "Foi de uma maneira não muito certa - era 1993 e por isso não era garantia de que os dinossauros ficariam bons. Poderia ter sido ridículo."

Com uma carreira consolidada no cinema, tendo escrito Homem-Aranha (2002), Missão Impossível (1996) e MIB 3 - Homens de Preto (2013), Koepp frisa que seu melhor projeto foi o Jurassic Park

"Foi muito difícil de desenvolvê-lo. Foi uma experiência realmente adorável e respeitosa, com uma criatividade muito boa."
O roteirista fez uma breve aparição em O Mundo Perdido, na cena de San Diego.

Apesar de ter participado de Jurassic Park e também de O Mundo Perdido, David Koepp não está diretamente ligado à produção de Jurassic World, entretanto leu rascunhos do roteiro e disse que devemos ter grandes expectativas. 

"Estou muito animado - eu li alguns rascunhos de seus scripts e achei-os ótimos. Acho que será um grande filme, eu não posso esperar". Ele complementou: "A coisa sobre os filmes de Jurassic Park é que eles não são uma saga de aventura, você não acompanha um personagem que vai para lugares novos. Todos [os filmes] você tem que arrumar uma razão pela qual as pessoas racionais iriam voltar para aquela ilha! Eu acho que eles fizeram isso brilhantemente dessa vez, de uma forma que eu acredito 100%.

Não deixe de participar do site nos comentários, e visite nossa página no Facebook, compartilhando, curtindo e comentando nossos posts. E não esqueça, também estamos no Youtube, no Twitter, no Instagram, e no Tumblr! Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros pisa nos cinemas brasileiros em 11 de Junho.

Fonte: RadioTimes
Compartilhar no Google Plus

Sobre os autores


Victor Nunes é o fundador da rede Mundo Jurássico BR. Com 18 anos de idade, reside em Guarulhos/SP, cursa Engenharia de Produção pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e é fã de Jurassic Park desde seus 8 anos, além de curtir outras produções de cinema e televisão da cultura pop. | Facebook | Twitter

Bruno Fernando é editor do Mundo Jurássico BR desde junho de 2015. Apaixonado pelo clássico de Spielberg desde criança, conheceu o romance original de Michael Crichton na adolescência e hoje, com 18 anos, se considera um fã de cultura pop e futuro jornalista.
    Comentários do Disqus
    Comentários do Facebook

2 comentários :

  1. Eu acho que o filme será otimo , a opnião dele a respeito de arrumar uma razão para os personagens dos filmes anteriores voltarem e boa , mas deveria ter ao menos a volta do john hammond ( richard attenborough ) já que ele faleceu quando o filme já estava acabado ( eu acho) mesmo se ele não fosse mais o dono uma breve participação seria boa , já Dr. Herry wu , foi uma bela escolha pra ele retorna já que nos livros teve uma boa participação e no filme não. Bom e so aguarda o filme agora .
    Jurassic park 4 : o mundo dos dinossauros 11 de junho nos cinemas brasileiros e 12 de junhos nos E.U.A

    ResponderExcluir
  2. Isso realmente é , mas uma breve aparição como em o mundo perdido na cena já final onde ele aparece no canal CNN , acho que a cena dele poderia ser até como flash black já nos momentos finais ( eu acho ) quando eu era mais novo e assistir o 3° filme muita gente q eu conheço falava há o dono do parque no apareceu pq já havia morrido etc etc. Mas vamos ver o filme Colin Trevorrow não deve nos decepcionar.

    ResponderExcluir