Por trás de "Jurassic World" — Parte III

PARTE III

OS DINOSSAUROS

"O filme meio que se transforma em Gremlins."

O zoológico de Jurassic World  consiste em uma mistura de antigas e novas caras escamadas. Os favoritos dos fãs como os velociraptors, os galimimos e o T-Rex estão de volta, enquanto novas e mortais atrações incluem os voadores dimorphodons, o leviatã das águas chamado mosassauro, e o Indominus rex, um dinossauro projetado usando DNA de sépia, rã, T-Rex e algumas outras feras secretas.


CROWLEY: "Nós fomos capazes de trazer muito mais criaturas que anteriormente."

MARSHALL: "O primeiro filme era principalmente sobre o T-Rex, o carinha que cospe veneno e os raptors. Esse é um parque muito mais vasto, e nossa grande garota é o centro, aquele dinossauro geneticamente modificado que nós temos, que é uma referência ao que as grandes companhias fazem. Precisa ser maior, mais malvado, melhor, porque as pessoas estão entediadas."

MARSHALL: "Nós não a chamamos de I-Rex. É Indominus, encurtando. Nós estávamos um pouco nervosos que a primeira vez que as pessoas a viram foi através de um brinquedo, mas a Hasbro fez um ótimo trabalho. Até em plástico ela é assustadora."

TREVORROW: "Não é extremamente diferente do que eles faziam no primeiro filme, adicionando DNA de rã. É o próximo nível. Para mim, o interessante é que essa coisa foi criada em cativeiro, sem pais nem irmãos, e nunca viu nada fora dos muros em que cresceu. Animais assim que já são híbridos, como qualquer fazendeiro pode confirmar, são loucos pra caramba."


  
CONNOLLY: "É diferente de tudo que você já viu. É um pouco desequilibrado. Um pouco imprevisível. Há golfinhos que entram em uma onda de assassinatos quando estão confinados. Há animais por aí que matam sem motivo."

TIM ALEXANDER (SUPERVISOR DE EFEITOS VISUAIS DA INDUSTRIAL LIGHT & MAGIC): "Ela vai roubar a cena."

TREVORROW: "Em nenhum dos filmes anteriores havia um dinossauro que pudesse matar. Se você atirar em um dinossauro, você morre — essa é a regra. Criando um que seja sintético, nós permitimos que os humanos ataquem ofensivamente, o que leva a história a um outro patamar."

PHIL TIPPETT (CONSULTOR DE DINOSSAUROS): "Eu era o supervisor dos dinossauros no primeiro filme. Todos os fãs dizem que eu fiz um péssimo trabalho já que os dinossauros escaparam, então eles me criticavam. Desta vez o meu trabalho foi dar ideias e tentar melhorar as grandes cenas. Eu ajudei Colin a entender o que algumas criaturas poderiam fazer."

O consultor de dinossauros, Phil Tippett, consultando um dinossauro.

CROWLEY: "Eu sou um grande fã do dimorphodon, que parece um papagaio assustador."

MARSHALL: "Quando essas coisas escapam, o filme meio que se transforma em Gremlins. Eles são extremamente perversos."
  
MICHAEL GIACCHINO (COMPOSITOR): "Eles têm bicos enormes. Suas cabeças são quase maiores que seus corpos. Se você estivesse criando várias dessas criaturas e elas conseguissem escapar, seria caótico."

PRATT: "A maior parte das minhas cenas são com as quatro raptors. Cada uma delas têm sua própria personalidade. Owen tem uma ligação especial com uma delas — Blue, a minha melhor aluna. Mas ela sempre às vésperas de perder o controle."

GLEN MCINTOSH (SUPERVISOR DE ANIMAÇÃO NA ILM): "Elas são as favoritas do público, não são? Nós discutimos a ideia da InGen as modificar geneticamente. Aquela chamada Delta ganhou mais DNA de pássaro, então ela consegue resolver problemas. Blue é a beta e é um pouco maior. Echo tem cicatrizes em seu focinho de quando ela tentou usurpar Blue e foi mordida. Ela teve que passar por cirurgia reconstrutiva e sua mandíbula deslocada — nós a apelidamos de Elvis porque ela tem um olhar sarcástico como ele. Charlie é a mais nova e ansiosa. Ela conhece seu lugar, mas é perigosa."
 
PRATT: "O treinamento de um raptor é próximo ao de um urso, porque eles podem fazer várias coisas ao mesmo tempo. Gatos são movidos a comida, então leões e tigres conseguem fazer apenas um truque. Ursos conseguem fazer nove ou dez seguidos."

"Nós estávamos um pouco nervosos que a primeira vez que as pessoas a viram foi através de um brinquedo, mas a Hasbro fez um ótimo trabalho. Até em plástico ela é assustadora." — Frank Marshall


TREVORROW: "A primeira ordem que você vê os raptors seguirem é a de não comer um porco vivo. A ideia de que um velociraptor não comeria uma deliciosa presa, a mando de um humano, para mim era o máximo que poderíamos ir. "


HOWARD: "Eu sou chata, então eu gosto dos herbívoros. O brontossauro é tão gentil e eu o associo com tantas coisas — mesmo antes de Jurassic Park, eu amava Em Busca do Vale Encantado. Eu batizei meu cachorro de Littlefoot."

EM BREVE: PARTE IV —  A FILMAGEM
Compartilhar no Google Plus

Sobre os autores


Victor Nunes é o fundador da rede Mundo Jurássico BR. Com 18 anos de idade, reside em Guarulhos/SP, cursa Engenharia de Produção pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e é fã de Jurassic Park desde seus 8 anos, além de curtir outras produções de cinema e televisão da cultura pop. | Facebook | Twitter

Bruno Fernando é editor do Mundo Jurássico BR desde junho de 2015. Apaixonado pelo clássico de Spielberg desde criança, conheceu o romance original de Michael Crichton na adolescência e hoje, com 18 anos, se considera um fã de cultura pop e futuro jornalista.
    Comentários do Disqus
    Comentários do Facebook

3 comentários :

  1. sim, é filme tão incrível se você perder o relógio filme mundo jurássico então não se preocupe agora você pode facilmente assistir filmes online gratuitamente aquiFree Upcoming Hollywood Movies Online

    ResponderExcluir
  2. I am great fan on jurassic world movie. check my reddit page >>> Watch Jurassic World Movie Online Free

    ResponderExcluir