Bryce Dallas Howard fala sobre correr de salto-alto e beijo com Chris Pratt!




Como Claire Dearing, a gerente de operações de uma ilha-resort cheia de dinossauros em Jurassic World, Bryce Dallas Howard pode ser considerada uma anti-heroína. Até o diretor Colin Trevorrow a comparou com uma atriz dos filmes da década de 1940, vestida toda em branco, que de certo modo é uma homenagem a John Hammond (Richard Attenborough) e Ellie Sattler (Laura Dern) no primeiro filme de Jurassic Park. Mas não há razão para não gostar dela — ou de Bryce.

Claire consegue se livrar de sua aparência fria — mas nunca de seus saltos! — quando ela encontra sua coragem interior (e compaixão) para sobreviver a destruição criada por dinossauros na ilha. E ela o faz ao lado de Owen Grady, um treinador de velociraptors interpretado por Chris Pratt — o bonitão revelação de Guardiões da Galáxia e antigo atrapalhado e bobo Andy Dwyer de Parks and Recreation — quem ela acaba beijando.

OK, agora talvez haja uma razão para odiar — ou sentir inveja — de Claire, ou Bryce, ou das duas! A atriz de 34 anos fala para a Out sobre o charme de Chris e sobre correr de um Tiranossauro rex usando salto alto!

Bryce Dallas Howard, 34, na première de Jurassic World.
Como ela conseguiu filmar o filme inteiro de salto alto:
Foi tudo bem. Sem dúvidas, houve muitos dias em que nós estávamos correndo pela selva em que eu pensei, 'oh cara, como eu vou sair do ponto A para o ponto B?' mas com salto alto na selva e com a lama você não pode arriscar ficar confortável. Você sempre tem que correr na ponta dos dedos... eu preciso descobrir o nome desses saltos — eles não foram caros — porque eles são incríveis! Foi surpreendentemente OK. Eu cuidei muito bem de meus pés. Se aparecer uma bolha, está meio que tudo acabado. Eu estava sempre enfaixando meus pés. Eu estou falando como se estivesse treinando para uma apresentação de atletismo nas Olimpíadas.

Em prestar homenagem a personagem de Laura Dern, Ellie Sattler:
Chris me mandou uma mensagem um dia, — foi hilário — uma foto de Laura Dern porque estávamos falando sobre figurinos. Ele disse, 'É melhor você ir trabalhar com shorts caqui de cintura alta, Bryce'.

A razão dele ser tão amado:
Ele é uma pessoa muito atraente. E mais que isso, ele é um ser humano muito bonito. Eu acho que é por isso que ele é tão querido. Você pode sentir que ele não sabe o quão carismático e talentoso ele é. Ele é apenas o melhor. Não há nada mais lindo que um coração humilde.

Em beijar sua co-estrela:
[O beijo] foi espontâneo. Não estava escrito... quando nós o filmamos, Colin disse, 'Acho que as personagens vão ganhar isso. Eu acho que é bom ter um momento assim'. Foi engraçado porque naquele dia nós estávamos filmando com mais de 800 figurantes. Nós tínhamos que filmar a cena do jeito que havia sido escrita — não havia nenhum beijo. E então no último dia, aquilo aconteceu — o que você vê no filme. Depois que o Colin gritou corta, houve uma onde de aplausos. Todos estavam comemorando. Foi incrível!


Fonte: Out.



Compartilhar no Google Plus

Sobre os autores


Victor Nunes é o fundador da rede Mundo Jurássico BR. Com 18 anos de idade, reside em Guarulhos/SP, cursa Engenharia de Produção pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e é fã de Jurassic Park desde seus 8 anos, além de curtir outras produções de cinema e televisão da cultura pop. | Facebook | Twitter

Bruno Fernando é editor do Mundo Jurássico BR desde junho de 2015. Apaixonado pelo clássico de Spielberg desde criança, conheceu o romance original de Michael Crichton na adolescência e hoje, com 18 anos, se considera um fã de cultura pop e futuro jornalista.
    Comentários do Disqus
    Comentários do Facebook

2 comentários :

  1. E o pobre do colin trevorrow que leva na cara por causa desse clichê improvissado ...rsrs!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Concordo. Jjá vi uma reportagem ou crítica sobre o assunto, de que os trailers estão muito auto-explicativos e expositórios. O segundo trailer de Jurassic World e mais os tantos de spots, era muito fácil de juntar o " aqui" e "ali" e já construir algo sobre o filme, não que tenha perdido a tenso que fo filme traria, mas era mais do mistério. No fim concordo com Colin.

    ResponderExcluir