Jurassic Park III (2001)

Jurassic Park III
Film poster with a logo at center of a skeleton of a Spinosaurus, with its mouth wide open and hands lifted up. The logo's background is red, and right below it is the film's title. A shadow covers a large portion of the film poster in the shape of a flying Pteranodon. At the bottom of the image are the credits and release date.
Pôster oficial.
DireçãoJoe Johnston
ProduçãoKathleen Kennedy
Larry J. Franco
RoteiroPeter Buchman
Alexander Payne
Jim Taylor
Baseado noslivros Jurassic Park e The Lost World, de Michael Crichton.
Elenco
Trilha sonoraDon Davis
John Williams (temas originais)
FotografiaShelly Johnson
EdiçãoRobert Dalva
Estúdios
Universal Studios
Amblin Entertainment
DistribuiçãoUniversal Pictures
Lançamento
18 de julho de 2001 (Estados Unidos)
20 de julho de 2001 (Brasil)
10 de agosto de 2001 (Portugal)
Duração
93 minutos
PaísEstados Unidos
LínguaInglês
OrçamentoUS$ 93 milhões
BilheteriaUS$ 368 milhões
"Não é só um passeio pelo parque."
Jurassic Park III (no Brasil, Jurassic Park 3; em Portugal, Parque Jurássico III) é o terceiro filme da franquia Jurassic Park, uma sequência de The Lost World: Jurassic Park. Foi o primeiro filme da franquia a não ser dirigido por Steven Spielberg ou baseado em um livro específico (apesar de ter diversas cenas baseadas em partes dos dois livros de Crichton). O filme é situado na Isla Sorna, mesmo cenário do segundo filme, onde um casal divorciado convida o Dr. Alan Grant (Sam Neill) para uma excursão à ilha, a fim de encontrar seu filho desaparecido.

Depois do sucesso de Jurassic Park, Joe Johnston expressou interesse em dirigir uma sequência, uma adaptação do livro The Lost World. Spielberg, no entanto, só deu permissão para Johnston o terceiro filme da série, se ele viesse a acontecer. A produção de Jurassic Park III começou em 30 de agosto de 2000. Com seu lançamento, o filme recebeu críticas medianas, com elogios aos efeitos especiais e cenas de ação, mas com críticas ao enredo clichê e sem originalidade. Embora tenha sido o filme da franquia mais 'criticado' (não só pelos críticos, mas também pelos próprios fãs), Jurassic Park III foi um sucesso (ainda que menor que os filmes anteriores) comercial, arrecadando mais de US$ 368 milhões no mundo todo.

14 anos depois de JP3, uma sequência do filme, Jurassic World, será lançada nos cinemas brasileiros em 11 de junho de 2015.

Sinopse

O enredo do filme gira em torno de uma nova visita de Alan Grant (Sam Neill) ao dinossauros do Jurassic Park. Apesar de ter ficado abalado com seu último encontro com estes dinossauros — vivos —, Grant continua dedicando sua vida ao estudo sobre eles, e desenvolve uma teoria sobre o desenvolvimento da inteligência dos velociraptors. Desesperado em busca de fundos para dar prosseguimento à sua pesquisa, ele aceita a oferta de Paul Kirby (William H. Macy) e Amanda Kirby (Téa Leoni) — dois supostos milionários que desejam fazer uma excursão aérea na Ilha Sorna, com a companhia de Grant. Porém, durante o passeio, Alan descobre a verdadeira intenção dos Kirby, que é descer até a ilha para procurar seu filho Eric (Trevor Morgan), que desapareceu no local em uma expedição ocorrida 8 semanas antes. Apesar da oposição de Grant, eles pousam na ilha e acabam sendo atacados por uma nova espécie de dinossauro, maior e mais feroz que o Tiranossauro Rex — o antagonista dos dois primeiros filmes da saga —. É o Epinossauro Aegypticus.

Elenco

Veja também a lista com todos os personagens.
  • Sam Neill como o Dr. Alan Grant, o famoso paleontologista que sobreviveu ao incidente em Isla Nublar e desde então tem desenvolvido uma apatia às criaturas que ele uma vez admirou.
  • William H. Macy como Paul Kirby, o proprietário de uma loja de ferragens que se apresenta como um rico empresário, a fim de atrair Grant a ajudar na busca de seu filho.
  • Téa Leoni como Amanda Kirby, ex-mulher de Paul, que acompanha o grupo à Isla Sorna para procurar seu filho.
  • Alessandro Nivola como Billy Brennan, um jovem estudante e grande entusiasta que trabalha na escavação de Grant.
  • Trevor Morgan como Eric Kirby, filho de 12 anos de Paul e Amanda, que se perdeu na Ilha Sorna após um passeio de parasailing mal-sucedido.
  • Michael Jeter como Udesky, um dos mercenários contratados por Paul.
  • John Diehl como Cooper, um dos mercenários, especialista em armas.
  • Bruce A. Young como MB Nash, um dos mercenários.
  • Laura Dern como a Dra. Ellie Sattler, paleobotânica que também sobreviveu ao incidente na Isla Nublar, com Grant.
  • Taylor Nichols como Mark Degler, o atual marido de Ellie.
  • Mark Harelik como Ben Hildebrand, o atual namorado de Amanda, que fez o passeio com Eric.
  • Julio Oscar Mechoso como Enrique Cardoso, o proprietário e operador do serviço de parasailing "Dino-Soar".
  • Blake Michael Bryan como Charlie Degler, filho de Ellie e Mark.
  • Sarah Danielle Madison como Cheryl Logan, uma das alunos de pós-graduação de Grant na escavação do Fort Peck Lake.
  • Linda Park como Hannah, a secretária de Ellie.

Dinossauros do filme

  • Ankylosaurus
  • Brachiosaurus
  • Ceratosaurus
  • Compsognathus
  • Corythosaurus
  • Parasaurolophus
  • Pteranodon
  • Spinosaurus
  • Stegosaurus
  • Triceratops
  • Tyrannosaurus
  • Velociraptor

Produção

Joe Johnston se interessou em dirigir uma sequência do primeiro Jurassic Park e ponderou isso a Spielberg, seu amigo, sobre o projeto. Embora o próprio Spielberg quisesse dirigir a primeira sequência — que viria a ser tornar O Mundo Perdido: Jurassic Park —, ele concordou que, se houvesse um terceiro filme, Johnston poderia dirigir. A Universal Pictures anunciou oficialmente a produção do filme em 29 de junho de 1998, com Spielberg sendo um dos produtores. Foi relatado que Michael Crichton colaboraria com Spielberg na criação de uma história e de um roteiro. O lançamento foi marcado para o verão de 2000.

Em junho de 199, Craig Rosenberg escreveu um rascunho de um roteiro envolvendo um grupo de adolescentes perdidos na Isla Sorna. Johnston foi anunciado como diretor do filme em agosto de 1999, com Rosenberg também anexado. Foi esperado que a produção começasse em meados de 2000.

Novos escritores foram trazidos para fazer uma história de um Pteranodon escapando do Sítio B e causando uma série de assassinatos misteriosos no continente, o que seria investigado pelo Dr. Alan Grant e por um número de outros personagens, incluindo Billy Brennan, uma naturalista chamada Simone, um militar chamado Paul Roby, e o filho adolescente de Roby, Miles. O grupo de Grant vai à ilha, enquanto uma investigação é conduzida paralelamente no continente. A sequência do aviário e do laboratório eram para ser bem mais longas e mais complexas, incluindo a entrada de um Velociraptor na incubadora, enquanto o grupo passa uma noite lá. Os sets foram construídos para esta versão do roteiro.

Em fevereiro de 2000, foi relatado que as filmagens se iniciariam no fim do mês, em Fiordland, Nova Zelândia. Originalmente, havia-se planejada filmar nesse local em The Lost World: Jurassic Park. Em março de 2000, foi relatado que Maui, Havaí havia sido escolhido como local de filmagens, ao invés da Nova Zelândia. Em junho de 2000, Sam Neill assinou o contrato para o filme, com a previsão de 18 semanas de filmagens, começando em agosto de 2000, para o lançamento em julho de 2001. Originalmente, Macy (Paul Kirby) saiu da produção devido à conflitos de agenda. Trevor Morgan e Téa Leoni foram adicionados ao elenco em agosto de 2000, com o 'Dinosaur National Monument' de Utah e a base militar de Oahu sendo considerados como possíveis locações.

Cinco semanas antes das filmagens começarem, Johnston e Spielberg rejeitaram o roteiro, com o qual estavam insatisfeitos; US$ 18 milhões já haviam sido gastos no filme até aquele momento. O enredo da "missão de resgate", que havia sido sugerido por David Koepp (o roteirista dos dois primeiros filmes), foi o que acabou sendo utilizado no filme. Alexander Payne e Jim Taylor começaram a reescrever o roteiro em julho de 2000. Em entrevista, Johnston confirmou tudo isso: "Nunca mais trabalho sem um roteiro nas mãos. É esgotante e estressante. Decidi não utilizar o primeiro roteiro, que narrava a história de seis adolescentes perdidos na Ilha Sorna, porque os personagens não eram cativantes. O segundo, que envolvia uma aventura familiar, também não me conquistou e então, cinco semanas antes de começarmos a rodar, sugeri que trabalhássemos em algo que envolvesse pais, filho e reconciliação. Mas não tivemos tempo de colocar tudo no papel e acabamos filmando sem um roteiro finalizado."

Durante a pré-produção, diversos artistas conceituais criaram artes de publicidade para o filme, usando vários títulos, incluindo Jurassic Park: Extinção e Jurassic Park: Fuga.

Oficialmente, a produção se iniciou em 30 de agosto de 2000, no campo de pouso de Dillingham em Mokuleia, Havaí. No mês seguinte, um teaser trailer foi lançado online. As filmagens continuaram em Oahu até 9 de setembro. Nos dois dias seguintes, filmagens aéreas diretas da Costa Norte de Molokai de North Shore foram feitas, seguidas de uma semana de filmagens em Kauai. As filmagens foram concluídas no Havaí em 20 de setembro de 2000. A produção então se mudou para a Califórnia. John August foi contratado para trabalhar no roteiro (sem créditos) em setembro de 2000. A cena do discurso de Grant foi filmada no Occidental College, em Los Angeles, em 10 de outubro de 2000. No fim do mês, cenas foram filmadas no Center Bay Studios em Los Angeles. Outros locais de filmagem na Califórnia incluíram South Pasadena e uma pedreira em Irwindale. As filmagens também aconteceu nos estúdios da Universal Studios, em Los Angeles. A produção voltou ao Havaí em janeiro de 2001, para filmar o final do filme, que ainda não havia sido escrito durante as filmagens que ocorreram na ilha anteriormente. O final foi filmado na praia Pila'a, em Kauai.

A história do filme contém cenas menores dos livros O Parque dos Dinossauros e O Mundo Perdido, de Crichton que, até então, não haviam sido adaptadas nas versões cinematográficas, como o aviário dos Pteranodons e o barco/rio. Em um desvio em relação aos filmes anteriores, o Spinosaurus é considerado o principal antagonista, e Johnston declarou: "Um monte de dinossauros têm uma silhueta muito parecido com a do T-Rex... E nós queríamos que o público, instantaneamente reconhecesse isso como uma outra coisa." A silhueta do Spinosaurus também no pôster atrás do Pteranodon, tomando o lugar que era ocupado pelo Tyrannosaurus nos cartazes dos filmes anteriores. O Baryonyx foi originalmente considerado para ser o "grande vilão" antes do Spino ser escolhido, e alguns pôsteres conceituais indicam isso. Em um diálogo do filme, Billy interpreta o animal encontrado como um Baryonyx ou Suchomimus, mas Grant o corrige em sua análise baseado nas vértebras do animal.

Efeitos especiais

Os efeitos especiais utilizados para os dinossauros foram uma mistura de animatrônicos e CGI, produzidos pela Stan Winston Studios e pela Industrial Light & Magic, respectictivamente. Devido às novas descobertas e teorias no campo da paleontologia, a representação de vários dinossauros difere dos filmes anteriores. Descobertas sugerindo que os Velociraptors tinham penas requeriram a adição de estruturas similares à 'pelos' na cabeça e no pescoço dos machos do filme. "Nós encontramos evidências de que os Velociraptors tinham penas ou estruturas de plumagem, e nós tivemos que incorporar isso no novo visual do raptor", disse o paleontólogo Jack Horner, consultor técnico do filme.

Trilha sonora

Dado que John Williams estava ocupado escrevendo as músicas para o filme de Spielberg AI - Inteligência Artificial, ele recomendou Don Davis para compor a trilha de Jurassic Park III. Temas originais de Williams também foram incorporados à trilha, bem como vários outros novos, como um para o Spinosaurus que focou em sons baixos, com tubas, trombones e tímpanos. A luta entre ele e o Tyrannosaurus, comparada por Davis à luta de King Kong contra um dinossauro no filme de 1933, teve uma justaposição do tema do Spinosaurus de Davis com o que Williams havia escrito para o T. rex. Além disso, a música "Big Hat, No Cattle", de Randy Newman, foi usada em uma cena em um restaurante.

Sequência

A sequência de Jurassic Park III intitula-se Jurassic World, e será lançada em 11 de junho de 2015.

Comprar

DVD [SARAIVA]
Blu-Ray [SARAIVA]
Blu-Ray [AMERICANAS]

Baixar

Versão AVI 480p com Dublagem Herbert Richards [MEGA]
Versão MP4 1080p com Dublagem Álamo [TORRENT]
Versão RMVB 360p com Áudio Original (legenda embutida) [MINHA TECA]
Versão MKV 1080p Blu-Ray com Áudio Original (melhor qualidade) [TORRENT]
    Comentários do Disqus
    Comentários do Facebook

1 comentários :