Polêmica: Diretor de "Os Vingadores" critica cena de "Jurassic World"

Na última quarta-feira, na emissora estadunidense MTV, Chris Pratt apresentou um novo clipe de Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros, em que seu personagem, Owen, flerta com Claire (Bryce Dallas Howard). O clipe teve uma recepção dividida entre o público em geral e os próprios fãs. Dentre essas críticas positivas e negativas, o diretor dos dois primeiros filmes da franquia Vingadores, Joss Whedon, gerou polêmica ao comentar sobre o clipe, chamando-o de "sexista". Vejam o que disse Whedon:

Joss Whedon é diretor de Os Vingadores (2012) e Vingadores: Era de Ultron (2015), mas anunciou recentemente sua saída da franquia.


“... e eu estou muito ocupado desejando que esse clipe não fosse sexista no estilo dos anos 70. Ela é dura, ele uma força da natureza – sério? Ainda isso?”.
Este comentário do diretor de Vingadores: Era de Ultron veio em resposta à uma editora de um site feminino, que disse estar "muito ocupada se abanando" com a performance de Pratt.


Posteriormente, em entrevista ao site Badass Digest,  Whedon se explicou a respeito de sua crítica:
Eu não acho que eu deveria ter twittado sobre o filme; há muitas outras coisas que incomodam e me ofendem nos filmes e eu normalmente não twitto sobre eles, a menos que o filme seja velho. Eu não quero ficar criticando 'The Other Guy. Eu não quero virar um árbitro. Eu fiquei chocado, e eu pensei 'Vamos lá, podemos fazer melhor do que isso. Eu não disse que o filme era um problema, apenas o clipe. E eu trabalhei em um filme de uma das obras de Crichton, e isso é o motivo de essa fórmula funcionar. Mas sendo uma quase-celebridade, é rude da minha parte atacar o material de outra pessoa.

Mas para falar politicamente? É necessário e prejudicial. É necessário porque há tanta coisa que é horrível em nosso mundo, e muito que precisa ser feito. Eu sinto que não dizer alguma coisa sobre algo, é uma espécie de falha moral. Ao mesmo tempo, como um artista? É a pior coisa que eu posso fazer, porque as coisas que eu faço são julgadas por esse padrão. "Este filme não é feminista o suficiente!" Bem, este filme é sobre pessoas, não é polêmico. (...) Se eu pudesse fazer tudo de novo e manter o anonimato... Eu não sei o que eu faria.

Nunca me ocorreu que defender a igualdade da mulher ia ser controverso. Quando eu respondi Anita Sarkeesian [a editora do site feminino], não foi porque eu estava em um palanque. Eu estava tipo, 'Isso é interessantes, caras! Vejam!" Eu não tinha ideia do onde eu estava entrando... e eu não me desculpo pelo que eu fiz. Uma vez que o dano está feito, eu vou continuar a falar quando eu acho que é apropriado. E, ocasionalmente, quando eu não achar!

Os comentários [do Twitter] de Whedon foram criticados pela maioria dos fãs de Jurassic Park e também por várias outras pessoas em vários sites de entretenimento. Revejam o clipe:


Uma constatação foi feita: os comentários de Joss Whedon, por mais que tenham sido contrários ao clipe, acabaram impulsionando a divulgação do mesmo em diversos sites. Portanto, querendo ou não, ele acabou ajudando o filme.

E aí, o que vocês acham de tudo isso? Deixem seus comentários! Jurassic World: O Mundo dos Dinossauros estreia nos cinemas em 11 de junho de 2015.

Fonte: Badass Digest (via JPBR 4.4)
Compartilhar no Google Plus

Sobre os autores


Victor Nunes é o fundador da rede Mundo Jurássico BR. Com 18 anos de idade, reside em Guarulhos/SP, cursa Engenharia de Produção pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e é fã de Jurassic Park desde seus 8 anos, além de curtir outras produções de cinema e televisão da cultura pop. | Facebook | Twitter

Bruno Fernando é editor do Mundo Jurássico BR desde junho de 2015. Apaixonado pelo clássico de Spielberg desde criança, conheceu o romance original de Michael Crichton na adolescência e hoje, com 18 anos, se considera um fã de cultura pop e futuro jornalista.
    Comentários do Disqus
    Comentários do Facebook

1 comentários :

  1. A liberdade de expressão está aí pra isso. Sendo que vindo de alguém que dirigiu dois filmes, onde um dos personagens é tão pretensioso e sexista quanto, chega a ser cômico o comentário. O Joss é livre para dizer o que quiser, e tá certo em não pedir desculpas, as vezes quando a merda ta feita, ta feita.

    O cometário repercutiu e fez o alcance do clipe ser muito maior sim, mas isso é preocupante, sendo que dos comentários, boa parte soou negativa. Não achei ruim o clipe, acho que quando se trata de arte, a criação dos personagens pode desagradar a um grupo de pessoas, fico pensando o quão chato seria um filme que fosse feito de personagens certinhos, que seguisse toda uma ideologia feminista, humanista, e tudo o mais que às pessoas acham que é o certo.. Mas ainda assim, teríamos uma grande quantidade de pessoas que ficariam de mimimi.... Não dá para agradar a todos.

    ResponderExcluir