Ariana Richards, a Lex de "Jurassic Park", revela fotos inéditas dos bastidores do filme!



Ariana Richards, a saudosa Lex do primeiro Jurassic Park, concedeu uma entrevista ao Daily Mail, onde revelou algumas fotos inéditas dos bastidores da produção.


Na entrevista, Ariana conta que a esposa de Spielberg, a atriz Kate Capshaw, foi quem a indicou ao papel. "Steven me disse que assistia alguns vídeos de testes para o meu papel, e sua esposa, Kate, dormia no sofá. Então ele assistiu minha fita, onde eu gritava, e Kate pulou de repente do sofá e correu pelo corredor  gritando "Steven, Steven, as crianças estão bem?" Um momento, em que eu não estava fisicamente presente, mudou minha vida."
 

Ela revelou ainda que não teve acesso a nenhuma parte do roteiro para a audição, sua única informação é que deveria gritar como se estivesse sendo atacada por um Tiranossauro Rex. "Então foi o que eu fiz, apenas tentei imaginar como seria, então gritei e gritei", conta.

Poucos dias depois, Ariana estava viajando com a família para a Disneylândia, quando recebeu um telefonema do escritório de Spielberg convidando-a a falar com diretor. "Eu me lembro que deixamos a viagem à Disney de lado e fui encontrá-lo", diz ela.

"Logo que entrei ele me deixou muito à vontade. Estava tão caloroso e receptivo, e no final de nossa conversa ele me disse: "Então Ariana, você está ocupada nesse verão?"


"Desnecessário dizer que eu tive a presença de espírito de afirmar que não, e ele disse: "Ótimo, você será Lex, conseguiu o emprego." Foi maravilhoso."

Ela acrescenta: "Por muito tempo depois de Jurassic Park, nas entrevistas, as pessoas sempre tentavam me fazer gritar."




"Eu realmente me sentia no Jurassic Park enquanto filmava, as criaturas eram tão incrivelmente realistas," ela lembra. "Quando estava de frente com o T-Rex, eu não precisava usar muito minha imaginação. Às vezes, um artista dos efeitos especiais vestia uma roupa de Velociraptor e me perseguia pela cozinha, era muito apavorante."

"Os dinossauros eram nossos colegas de elenco," brinca.


"Uma das cenas mais memoráveis para mim foi o espirro do dinossauro. Lembro que Steven estava apenas curtindo me assistir levar o espirro, saboreando a experiência de me ver várias vezes coberta com gosma. Só quando finalmente a gosma ficou pendurada no meu lábio ele disse "Isso é perfeito, é isso." Lembro que era uma mistura de uma meleca clara com espinafre, que eles colocavam em um recipiente grande e atiravam em mim. Não era muito elegante."


"Também fiquei encharcada por semanas, principalmente quando estávamos filmando a cena do T-Rex com os poços de lama, ventiladores gigantes e máquinas de chuva. É um milagre que eu nunca tenha ficado doente de tanto gritar, colocando meus pulmões para fora, em um cenário desses."


Ariana revela que sua cena favorita, por conta dos efeitos especiais utilizados, é quando Lex quase cai do duto de ventilação direto para o Velociraptor logo abaixo. "Eu estou olhando para a câmera, e os caras dos efeitos especiais me disseram que essa cena foi uma das mais importantes na história dos efeitos especiais. Eles tinham usado uma dublê para fazer a cena e, em seguida, sobrepuseram meu rosto sobre o dela. Aparentemente era a primeira vez que algo do tipo era feito."


Por fim, Ariana conta ainda de como Spielberg e Richard Attenborough se esforçaram para tranquilizar as crianças quando um furacão os obrigou a deixar a ilha de Kauai, onde as filmagens eram realizadas, para se refugiarem em outra ilha, O'ahu, onde gravaram a cena dos Galimimos, da emoção em conhecer Lady Di na estreia do filme, o convite do paleontólogo Jack Horner (a inspiração para o personagem de Sam Neil, Alan Grant) para visitar um sítio de escavação, dentre outros detalhes de sua vida pessoal.


Ariana, que hoje vive em Portland, Oregon, afastou-se da vida de atriz, estabelecendo uma carreira de enorme sucesso como artista plástica. Seu trabalho pode ser visto em galleryariana.com.

Entrevista original: Daily Mail.
Compartilhar no Google Plus

Sobre os autores


Victor Nunes é o fundador da rede Mundo Jurássico BR. Com 18 anos de idade, reside em Guarulhos/SP, cursa Engenharia de Produção pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo e é fã de Jurassic Park desde seus 8 anos, além de curtir outras produções de cinema e televisão da cultura pop. | Facebook | Twitter

Bruno Fernando é editor do Mundo Jurássico BR desde junho de 2015. Apaixonado pelo clássico de Spielberg desde criança, conheceu o romance original de Michael Crichton na adolescência e hoje, com 18 anos, se considera um fã de cultura pop e futuro jornalista.
    Comentários do Blogger
    Comentários do Facebook

0 comentários :

Postar um comentário